NOTÍCIAS

Notícias
Veja também: SSA NA MÍDIA

Acompanhe as principais notícias do setor de seguro,
resseguro, arbitragem e mais.

< voltar

02.08.2022

Seguro para Obras de Arte: entenda como funciona e sua importância

Além de retratarem a história da humanidade e momentos importantes, algumas obras de arte podem ter um preço astronômico. Museus, galerias e até mesmo colecionadores podem chegar a investir bilhões em suas peças, o que requer que estejam protegidos caso algum acidente ocorra. Contar com um seguro é fundamental para proteger esse patrimônio.

O seguro para Obras de Arte oferece apólice no formato all risks, com cobertura de todos os riscos para coleções corporativas ou privadas e exposições. É possível também que o cliente contrate coberturas adicionais, para transporte nacional e internacional, armazenagem, guerra, terrorismo e equipamentos de montagem e cenografia para exposições. Sobre as obras de arte em si, o seguro compreende acervos museológicos, colecionáveis, raridades, artes visuais, artes plásticas, antiguidades e raridades, em coleção ou exposição.

“O seguro de obras de arte é a defesa contra o inesperado, preservando a parte financeira e histórica. São infinitas as variáveis do risco para arte e quando há um sinistro, os danos, ainda que mitigados, são irreversíveis para o histórico da peça. 85% dos sinistros ocorrem no momento do transporte e manuseio das obras. Por isso a importância deste serviço ser realizado por transportadoras especialistas em obras de arte”, afirma Ana Guerra, subscritora da Essor Seguros.

Ao contrário do que muitos pensam, o colecionismo de peças de arte não é feito apenas por pessoas de alta renda. Segundo uma pesquisa realizada pelo galerista Nei Vargas, professor da Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro, há uma parcela considerável de colecionadores no Brasil que costumam investir até R$ 10 mil em obras. O levantamento do especialista reuniu 201 respostas a um questionário de 45 questões.

“No Brasil, incluindo feiras, coleções, exposições, galerias e museus, o mercado de obras de arte movimenta cerca de R$ 100 milhões/ano. No mercado mundial, esta cifra supera 500 milhões de dólares/ano. Além da demanda de mercado, a Tokio Marine identificou internamente que havia uma oportunidade de negócio por esse tipo de produto, especialmente entre os segurados dos segmentos Corporativo e do Residencial acima de R$ 5 milhões”, diz Sidney Cezarino, diretor de Seguros Patrimoniais da seguradora.

Por ser um mercado muito especializado, os corretores devem buscar capacitação para atenderem os clientes e expandirem as oportunidades de negócios. Para Ricardo Minc, corretor na Affinité, é necessário saber demonstrar ao cliente a importância de contratar uma apólice e fazer uma busca ativa por possíveis segurados. “Existem muitas coleções por aí precisando de seguro. Nossa percepção é que o segurado acha que o produto é muito caro, mas ao contrário do que se imagina, as taxas de obras de artes são irrisórias próximas às taxas do seguro automóvel, e em média são 25 vezes menores”.

Minc ainda ressalta que para contratar o seguro de obras de arte de forma competitiva e com taxas atraentes, é necessário elaborar a relação de peças com descrição e valor individual. “A catalogação consiste em um registro de informações básicas com fotos para fins de seguro, com as descrições da técnica da obra, ano, tipo de moldura, dimensão, autor e estado atual da peça. A grande questão é que no Brasil, boa tarde das coleções não possuem estas informações estruturadas. Nós da Affinité trabalhamos em conjunto com diversos corretores em regime de co-corretagem, e é muito comum indicar  especialistas que poderão fazer a catalogação e avaliação dos objetos. Desta forma, conseguimos estruturar as informações necessárias para dar os subscritores, o que gera economia para o segurado e preços mais justos”.

Fonte:

https://www.revistaapolice.com.br/

RECONHECIMENTO

Pelo quarto ano, A Schalch Sociedade de Advogados integra o seleto grupo de escritórios brasileiros na área de seguros e é recomendado pelo The Legal 500 Latin America 2021.

Leading Firm

O escritório é destaque na edição de 2021 do Chambers&Partners. O forte foco nos setores de seguro e resseguro, a expertise e o profundo envolvimento nos casos foram alguns dos destaques no reconhecimento do trabalho pela publicação.

Chambers Latin America

 

SSA é recomendada novamente pelo The Legal 500 Latin America 2019 na área de seguros.

Chambers Latin America

Schalch foi recomendada no Ranked Firm 2021 dos Melhores Escritórios de Advocacia em Seguros e Resseguros do Brasil, realizado pelo importante Editorial Francês Leaders League.

Chambers Latin America

 

Pelo segundo ano, SSA é recomendada pelo The Legal 500 Latin America 2017 na área de seguros.

Leaders League

 

SSA é recomendada pelo The Legal 500 Latin America 2016 na área de seguros.

Leaders League

Contato

São Paulo SP

55 (11) 3889 8996
55 (11) 3059 0060
55 (11) 4637 2281
55 (11) 4637 2300
55 (11) 4637 2301
 

Av. Brig. Faria Lima, 4509, 3º andar
ssa@ssaadv.com.br

logotipo da Schalch

© 2015 – Schalch Sociedade de Advogados. Todos os direitos reservados.