NOTÍCIAS

Notícias
Veja também: SSA NA MÍDIA

Acompanhe as principais notícias do setor de seguro,
resseguro, arbitragem e mais.

< voltar

23.01.2019

Mercado das insurtechs quer simplificar a contratação de seguro

Provocar disrupção, ou seja, uma mudança profunda em um mercado tradicional, é a missão de muitas empresas do setor de tecnologia. É que, na crise, sobrevive quem se reinventa. Ainda mais quem ajuda a renovar um setor com séculos de história como o de seguros. São as startups chamadas “insurtechs”. A coordenadora de Insurtechs da Câmara E.Net, Beatriz Rocha Pinto, diz que se trata de um segmento emergente na indústria de seguros, que utiliza tecnologias inovadoras com Internet das Coisas e inteligência artificial para revolucionar o mercado.

Henrique Maziero prestou serviço por 12 anos para esse setor. Usou a experiência na área para lançar, com investimento de R$ 2 milhões, um produto para descomplicar a vistoria de bens, como carros e imóveis. Criou um aplicativo em que o próprio cliente da seguradora faz esse serviço.

“Com o nosso processo, você recebe um SMS, abre, tira foto do seu carro, envia pra seguradora e em média de duas a três horas você já está com o processo todo realizado.” No caso de imóveis é preciso responder um questionário e depois fotografar os locais indicados pelo app.

Para evitar qualquer tipo de fraude, as fotos só podem ser tiradas pelo aplicativo. A startup usa a geolocalização, data em que elas foram tiradas e checa se as imagens já foram usadas em outras ocasiões para conferir se são mesmo do segurado.

Neste ano, foram feitas cerca de 200 mil vistorias. A empresa que contrata o serviço da startup paga R$ 15 por cada uma.

Atualmente, são 79 startups operando no setor. O desafio é popularizar o negócio. Hoje, no país, seguros cobrem 30% da frota de veículos, 10% dos imóveis e apenas 2% dos smartphones.

Startup investe no seguro de celulares

Uma outra startup investiu no serviço de proteção de smartphones que funciona na base de confiança. A empresa foi aberta em fevereiro de 2018 - os sócios Lucas Prado e Igor Mascarenhas não revelam o investimento inicial. Lucas explica que se trata de uma plataforma de compartilhamento para proteção de smartphones contra roubo e furto para um comunidade considerada “confiável”.

Mensalmente, os membros depositam uma mensalidade e, em caso de roubo ou furto, recebem o valor do smartphone na conta bancária. O cliente baixa o app e informa dados pessoais e sobre o aparelho que será protegido. A startup usa big data, geolocalização e o perfil de outros usuários como parâmetro para definir se ele pode entrar ou não no serviço. As mensalidades dependem do tipo de aparelho e podem chegar a 149 reais. Hoje eles têm mil clientes.

Fonte: G1

 

RECONHECIMENTO

Pelo quarto ano, A Schalch Sociedade de Advogados integra o seleto grupo de escritórios brasileiros na área de seguros e é recomendado pelo The Legal 500 Latin America 2021.

Leading Firm

O escritório é destaque na edição de 2021 do Chambers&Partners. O forte foco nos setores de seguro e resseguro, a expertise e o profundo envolvimento nos casos foram alguns dos destaques no reconhecimento do trabalho pela publicação.

Chambers Latin America

 

SSA é recomendada novamente pelo The Legal 500 Latin America 2019 na área de seguros.

Chambers Latin America

Schalch foi recomendada no Ranked Firm 2021 dos Melhores Escritórios de Advocacia em Seguros e Resseguros do Brasil, realizado pelo importante Editorial Francês Leaders League.

Chambers Latin America

 

Pelo segundo ano, SSA é recomendada pelo The Legal 500 Latin America 2017 na área de seguros.

Leaders League

 

SSA é recomendada pelo The Legal 500 Latin America 2016 na área de seguros.

Leaders League

Contato

São Paulo SP

55 (11) 3889 8996
55 (11) 3059 0060
55 (11) 4637 2281
55 (11) 4637 2300
55 (11) 4637 2301
 

Av. Brig. Faria Lima, 4509, 3º andar
ssa@ssaadv.com.br

logotipo da Schalch

© 2015 – Schalch Sociedade de Advogados. Todos os direitos reservados.